Sem categoria, Textos

«Não há aqui morte de Homem»

blog

Afonso da Maia (João Perry), à esquerda. Tom Seyr (Romain Duris), à direita.

Entre a adaptação d’Os Maias, por João Botelho, e o De Battre Mon Coeur s’est Arrêté, de Jacques Audiard, há um ponto de toque; uma mesma frase, a que diz Afonso da Maia, avô do desventurado protagonista, e a que diz Tom Seyr, personagem principal do filme francês: «Não há aqui morte de Homem.»

A mesma frase, com o mesmo sentido em ambos os filmes, para diminuir a relevância de uma situação trágica, mais trágica certamente n’Os Maias, já que o incesto será talvez sempre um pouco mais fracturante e inquietante do que um atraso para uma reunião de negócios, como acontece no filme de Audiard.

Afinal, a «morte de Homem» talvez seja a única verdadeira tragédia, e a capacidade de o dizermos a prova última do nosso forçosamente raro esclarecimento pontual. Não deixa de ser admirável e certamente não será mera coincidência que a frase assista Tom no momento da sua recuperação interior, da sua redenção moral. Afinal, talvez uns minutos antes a frase fosse impossível para ele. Ele, Tom, mais peculiar do que menos, menos amável do que mais, que, de radical e transviado agente imobiliário − cujo expediente se faz sobretudo de colocar ratos em prédios, expulsar ocupadores e partir vidros e soalhos flutuantes −, procura tornar-se num virtuoso pianista de concerto. Talvez seja que o Mundo, no final do filme, lhe corte as vazas e lhe mostre que as coisas não são tão simples assim e que a violência da vida possa querer mais, mas bom, Tom, que isso não te deixe mágoa nem murmúrio, nem te tolha as pernas. Bem vistas as coisas, «Não há aqui morte de Homem».

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s