Textos

Dias certos

Talvez as pessoas pudessem ser como os ursos, e hibernassem.

Talvez assim isto da escrita pudesse ser como a fruta, e ter época própria.

Evitar-se-iam, assim, os conflitos entre o corpo que quer escrever todos os dias e a cabeça que nem sempre está para aí virada. Ou ao contrário, nem sei bem. Na verdade, talvez seja melhor que a escrita não tenha calendário, e que as pessoas não desapareçam durante três ou quatro meses. Tenho quase a certeza disso, mas que vos posso garantir eu? Isto hoje não está dia para escrever.

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s