Metro

Histórias a Metro #3

Não duvido de que muitas pessoas possam tomar o Metro por um local eminentemente pornográfico.

Os corpos apertados, roçagares vários, gente esbaforida, encalorada, olhares indiscretos, braços pelo ar e, menos raramente do que se possa crer, pernas pelo ar e gente pelo chão.

Mas mesmo no discurso, há obscenidade, e nem falo aqui do preço dos passes e bilhetes — será, talvez, de evitar aqui atingir a mais reles badalhoquice. Refiro-me, sim, às infinitamente mais interessantes narrativas dos passageiros, matéria de sonho para quem goste de ler histórias, ou de as escrever. Como a de um rapaz que um dia ouvi, ainda antes de ter este blog, a pedir à namorada, sensivelmente pelas oito horas da manhã, numa carruagem selvaticamente inundada de corpos, para comprar dois chicotes porque, como ele dizia, “sim, eu alinhava nisso. Traz dois!”

Ontem, porém, fui surpreendido por duas raparigas que conversavam animadamente. Falavam, rindo loucamente, de uma terceira amiga, uma colega de trabalho, que um dia chegara e parecia experienciar grandes dificuldades em sentar-se confortavelmente na sua cadeira. Ao fim de um dia de estranho contorcionismo no assento laboral, as amigas, não sem alguma insistência, lá se inteiraram do motivo: na noite anterior, a tal amiga decidira apimentar a sua vida sexual, e como as especiarias são coisa de cozinha e de levar ao lume, o casal somou ao seu repertório posicional o assentar sobre a placa vitrocerâmica. Esqueceu-se, para lamento seu mas para gáudio nosso, repletos da perversidade animada que une os espectadores, de que os botões da tal placa eram de toque, e, durante a relação, alguém começou a aquecer mais do que o casal. Teve azar, a tal amiga, de estar sentada sobre uma das bolas vermelhas — o que, de resto, não era desapropriado à cena.

Depois disto, como não adorar o Metro?
Como escritor, debato-me muito com esta frase: As melhores histórias talvez sejam mesmo as verdadeiras.

 

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

4 thoughts on “Histórias a Metro #3

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s