Cinema, Crise

O Fight Club e a crise

Diz-nos o Fight Club (David Fincher, 1999): «Vocês não são o conteúdo da vossa carteira.»

O que não nos diz é que somos o conteúdo da carteira deles.

Sabendo isto, só nos falta compreender que já há muito tempo não é o anónimo empregado de uma empresa de automóveis quem está no comando, mas um vicioso vendedor de sabonetes. Assim como Tyler Durden, também eles (as agências de rating, os mercados e a própria UE) nos estão a pedir, de várias formas: «I want you to do me a favor. I want you to hit me as hard as you can.»

 

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s