Livros, Pensamentos, Pessoas

Sobre o «Proibido morrer»

Recebemos, na semana passada, a notícia de que uma vila italiana, Falciano del Massico, decretou que é proibido morrer ali. Os jornais espantaram-se e brincaram com o assunto. Não deixa de ser curioso, porque já em 2005 uma cidade brasileira o fizera, Biritiba-Mirim, e precisamente pelos mesmos motivos: falta de espaço no cemitério local. Em todo o caso, não é isso que nos importa aqui.

A questão de «o que fazer com os mortos?» não é nova, e já em 1947, no seu livro A Peste, Albert Camus versava sobre o tema. É que a peste, na cidade argelina de Orão, veio apenas apressar as consequências do normal passar do tempo sobre os Homens. E se José Saramago, em Todos os Nomes, fazia o arquivo dos mortos da Conservatória do Registo Civil crescer, derrubando-se a parede do fundo uma e outra vez para a reconstruir uns metros mais adiante e assim se albergar os verbetes dos novos falecidos, Albert Camus, n’ A Peste, declarou que, quanto ao pequeno cemitério da cidade, «de nada servira abater muros, abrir aos mortos uma saída para os terrenos circundantes», visto que eles seriam sempre demais.

Inevitavelmente, os vivos e os mortos acabarão, um dia, por ter que lutar pelo espaço disponível, mas pode desde já prever-se que, tal como n’ A Peste pelas valas comuns e pela cal viva, os vivos encontrem formas de ganhar a contenda – e perder o pudor.

Foi isso, aliás, o que aconteceu em Biritiba-Mirim, onde se abriram jazigos para os atafulhar de mais corpos, e em Falciano del Massico, onde a tónica está a ser colocada nos dois indivíduos que já desobedeceram à lei. Ocorreu-me, então, que a solução pode passar por aí: passam-se os mortos por criminosos e entrega-se o problema à Justiça.

 

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s