Cultura, Livros

Destruir tem vários nomes

No mês passado, lia no blog do Manuel Jorge Marmelo (aquele que ali na barra lateral se chama Teatro Anatómico) sobre a destruição de livros (aqui e também aqui), e concordava, assentindo com a cabeça enquanto lia, que tal actividade estava longe de ter passado de moda. Os livros sempre foram – e provavelmente sempre serão – vítimas silenciosas nas mãos de alguma religião, de algum grupo político extremista, ou outros.

Aquilo que já não me passava pela cabeça – e às vezes passam-me por ela ideias bem mais tresloucadas – é que também escolas e bibliotecas – sobretudo ocidentais – pudessem ser carrascos neste caso. O Huffington Post vem dizer-nos (aqui) que ainda este Verão, no Missouri, EUA, foram banidos livros das bibliotecas públicas, entre eles o Matadouro Cinco, de Kurt Vonnegut. E isto acontece logo nos EUA, em que a Primeira Emenda – reparem: não a Segunda nem a Terceira, mas precisamente a Primeira – se refere à liberdade de expressão.

É certo que ninguém queimou os exemplares, como tantas vezes a História viu, mas censurar uma obra é só uma maneira mais refinada e higiénica de a destruir.

De acordo com a ALA (American Library Association), desde 1982, cerca de 11 mil livros (só nos EUA) foram alvo de censura ou de queixas com esse propósito. As justificações têm ido da homossexualidade, passagens de carácter sexual, referência a drogas e violência, entre outras (a fonte é a página de uma iniciativa intitulada Banned Books Week, que se celebra precisamente esta semana). Assim se lê na terra da Liberdade.

Da nossa parte, podemos apenas imitar A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón, e proteger todos os livros que pudermos, seja guardando-os num Cemitério dos Livros Esquecidos – não para que morram, mas para que se escondam -, seja oferecendo-os a alguém que, como Daniel Sempere, o rapazinho do livro de Zafón, jure lê-los e protegê-los.

Hugo Picado de Almeida

Anúncios
Standard

Escrever um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s